quarta-feira, 25 de abril de 2018

INVESTIGAÇÃO DE VENDA DE LIMINARES NO TJ DEVE TER NOVOS ALVOS EM BREVE.




O escândalo envolvendo advogados e magistrados com suposta venda de liminares (R$ 150 mil seria o preço) e que eclodiu após a Operação Expresso 150, da Polícia Federal, promete trazer à tona ainda mais personagens. Além de quatro advogados com suas atividades profissionais suspensas, ainda está em apuração o envolvimento de cerca de 20 nomes, com previsão de que a investigação seja concluída pelo Tribunal de Ética da OAB/CE até o fim de junho. É o que informa o presidente desse organismo, José Damasceno Sampaio, que se encontra em Brasília. Ele foi levar mais documentação e informações acerca das investigações para o Conselho Federal da Ordem. Não falou em nomes, observando que tudo está em sigilo, até porque os envolvidos terão o direito de apresentar sua defesa. Não falou sobre os desembargadores, observando ser da alçada do Tribunal de Ética apenas a apuração do que se relaciona aos filiados da Ordem. Ele reiterou que, da sua parte, todo o trabalho será concluído neste semestre. O Expresso 150 envolve ainda cinco desembargadores, dos quais dois já punidos com aposentadoria.  

Fonte: ELIOMAR DE LIMA O POVO