sábado, 8 de junho de 2019



O senador Cid Gomes e aliados dele, no PDT, compareceram, ontem, ao encontro estadual do PSD, comandado pelo deputado federal Domingos Neto. O presidente nacional da legenda, Gilberto Kassab, disse que há "ressalvas" em relação à decisão de que o partido deverá ter candidatura própria nas capitais


O encontro estadual do PSD, realizado, na sexta-feira (7), na Assembleia Legislativa do Ceará, com a presença do presidente nacional da legenda, Gilberto Kassab, teve ares eleitorais para 2020. Lideranças do PDT, como o senador Cid Gomes e o prefeito de Fortaleza, Roberto Cláudio, e de outros partidos prestigiaram o evento, sinalizando possível aliança com o grupo governista para a sucessão municipal.
O encontro serviu para filiação de, pelo menos, cinco prefeitos e lideranças políticas no interior, de olho nas eleições municipais do próximo ano. Entre eles, o prefeito de Caucaia, Naumi Amorim, que estava no PMB. Ele se junta à esposa, a deputada estadual Erika Amorim, nas fileiras do PSD.
Estiveram presentes no encontro, além de lideranças do PDT no Ceará, o presidente estadual do DEM, Chiquinho Feitosa, e aliados do PT. O governador Camilo Santana enviou o pai, Eudoro Santana, para lhe representar.
Durante discurso, o senador Cid Gomes ressaltou o "desejo" de manter a aliança com o PSD no Ceará, comandado pelo deputado federal Domingos Neto. "A gente constrói alianças a partir de solidariedade, de gestos feitos em conjunto. O PDT deseja estabelecer relação muito próxima nessas eleições municipais".
Já o prefeito Roberto Cláudio evitou falar da sucessão em 2020, mas fez questão de ressaltar a "amizade" com o grupo político de Domingos Neto. Também estavam presentes o pai do parlamentar, o conselheiro em disponibilidade do Tribunal de Contas do Estado (TCE) Domingos Filho, e a mãe, a deputada estadual Patrícia Aguiar.
"Honestamente, não tenho falado nada de sucessão com os aliados, isso é uma conversa para o próximo ano. Eu vim aqui porque são amigos pessoais e fazem parte do nosso Governo, são aliados", disse o pedetista.
Cenário
Domingos Neto, por sua vez, ressaltou a aliança que o partido mantém com o grupo governista do PDT. "Evidente que nós vamos discutir até o fim sobre essa questão, tentando ponderar com o partido nossa decisão, (mas) tem mais de um ano pra isso. Reforma da Previdência, Orçamento da União, isso é prioridade no momento", tergiversou.
Segundo o presidente nacional do PSD, Gilberto Kassab, há uma resolução do partido para lançamento de candidatura própria nas capitais e em municípios com, no mínimo, 100 mil eleitores, mas existem "ressalvas". "Conforme a demanda das direções locais, as exceções poderão ser analisadas pela direção nacional. A regra é termos candidatura própria, mas sempre haverá um bom entendimento".
Ex-ministro dos governos Temer e Dilma, Kassab falou em discurso sobre novas regras que deverão ser impostas aos partidos nas próximas eleições municipais, entre elas a proibição das coligações proporcionais. Para ele, esse tipo de mudança vai dar um novo fôlego para as siglas.
"Acho que vai trazer a oportunidade de os partidos ganharem identidade, vai fazer com que a gente tenha propostas muito claras para que o eleitor possa identificar o que são as diferenças entre os partidos. Cada partido vai se diferenciar ao fim desse processo e, felizmente, vamos ter menos partidos no País", avaliou.



Comentários
0 Comentários

A IMAGEM OU MENSAGEM DO DIA.

A IMAGEM OU MENSAGEM DO DIA.

TV GLOBAL 3

AGROPECUÁRIA PEDRO FELÍCIO

AGROPECUÁRIA PEDRO FELÍCIO

TV Global 3

TV Global 3

AMIL

AMIL

Lançamento

Todos os posts

Tecnologia do Blogger.

Jornal da Educadora 12:00 ás 14:00 Hs.

Jornal da Educadora 12:00 ás 14:00 Hs.
De: Segunda à Sábado de 12:00 às 14:00 Hs.

Seguidores