sexta-feira, 28 de junho de 2019

PF cumpre 8 mandados de busca e apreensão pela 4ª fase da Operação Gremlins.




A quarta fase da Operação Gremlins é deflagrada nesta sexta-feira, 28, pela Polícia Federal (PF). Oito mandados de busca e apreensão são cumpridos em Fortaleza e Morada Nova. Nesta etapa, a PF espera coletar novos elementos que provem atuação do grupo criminoso responsável pela contratação fraudulenta de financiamentos habitacionais e empréstimos consignados, entre 2013 e 2016. Os contratos foram feitos na Caixa Econômica Federal (CEF) de Pacajus, na Região Metropolitana de Fortaleza (RMF).

Conforme a PF, cerca de 100 Cadastros de Pessoas Físicas (CPFs) foram gerados para sujeitos inexistentes, além da criação de matrículas de imóveis fictícias.

Informações sobre falsos servidores da prefeitura de Pacajus foram inseridas nos sistemas de informação da CEF para levantamento dos valores. A 32ª Vara da Justiça Federal em Fortaleza autorizou também o bloqueio de contas e o sequestro de bens móveis e imóveis dos investigados. O esquema criminoso gerou prejuízo de mais de R$ 3 milhões à CEF, segundo apontam as investigações.
Os indiciados responderão de acordo com a participação nos crimes de associação criminosa e fraude para obter o financiamento. A pena pode ser aumentada conforme o prejuízo sofrido pela Caixa. Os bancários, que estão entre os indiciados, também poderão responder por gestão fraudulenta e corrupção devido a função na instituição bancária.
Fonte: O Povo