sexta-feira, 21 de junho de 2019




A polícia descobriu o paradeiro e prendeu a comerciante Maria Dalvani da Silva, de 62 anos, a "Miúda" que era dona do Bar da Míúda no Bairro Aparecida em Campos Sales. A mesma é acusada de envolvimento na morte do Soldado do RAIO José Roberto Lemos, de 25 anos, que residia em Juazeiro do Norte. O crime aconteceu no final da manhã do dia 8 de maio de 2016 dentro do estabelecimento por ocasião de uma troca de tiros entre policiais militares e acusados do tráfico de drogas.

Por volta das 15 horas desta quinta-feira “Miúda” foi presa no bairro Croatá em Pacajus numa operação reunindo policiais militares de Campos Sales e da Coordenadoria de Inteligência da Secretaria de Segurança Pública do Ceará. Eles cumpriram Mandado de Prisão Preventiva expedido pela Comarca de Campos Sales contra a mesma que, desde a época do crime, desapareceu da cidade e, agora, a polícia descobriu que estava escondida na casa de familiares em Pacajus.

Neste mesmo processo foram denunciados ainda por homicídio qualificado: Alex de Castro Aquino, o “Zé Doido”, Luciano Feitosa Arrais, Luana Alves da Silva, Cícero Pedro da Silva, Maquirone Garcia de Sousa, Danilo Alves do Nascimento e Marloncio Benigno Campos. Alguns até já morreram e outros estão foragidos como é o caso de “Zé Doido” que seria o autor dos disparos. Dias depois o bar pegou fogo em Campos Sales.

Por volta das 11 horas daquele dia a polícia averiguava informações sobre a chegada de 1 Kg de cocaína em Campos Sales e uma equipe do RAIO de Juazeiro foi ao Bar da Miúda. Houve tiroteio causando a morte do Soldado Lemos Soares, um dos acusados do tráfico Jeremias Araújo da Silva, de 28 anos, enquanto o Soldado Edmilson Passos de Araújo saiu ferido no braço e foi trazido ao Hospital Regional do Cariri.

Na época, três homens fugiram numa moto a qual roubaram após saírem de um matagal para onde tinham corrido deixando em frente ao bar um Chevrolet Agile com placas de São Paulo. Estes seriam Alex de Castro Aquino, o "Zé Doido", residente na Rua João Romão (Bairro Aparecida) em Campos Sales, José Lopes M. Silva, e mais um não identificado.

“Zé Doido” é acusado de ser um dos principais traficantes de Campos Sales. Em janeiro de 2009 foi preso com boa quantidade de maconha, enquanto no dia 21 de maio de 2012 teria matado o ex-presidiário Tiago Feitosa de Lima, de 22 anos, o Nego Cassete, que residia no Bairro Barragem de Campos Sales. No dia 7 de setembro de 2016, um irmão de Zé Doido, o ex-presidiário Gabriel Carvalho Silva, de 25 anos, que residia no bairro Guarani, foi seqüestrado em Campos Sales e morto em Salitre.


Por Demontier Tenório
Miséria.com.br

Comentários
0 Comentários

A IMAGEM OU MENSAGEM DO DIA.

A IMAGEM OU MENSAGEM DO DIA.

TV GLOBAL 3

AGROPECUÁRIA PEDRO FELÍCIO

AGROPECUÁRIA PEDRO FELÍCIO

TV Global 3

TV Global 3

AMIL

AMIL

Lançamento

Todos os posts

Tecnologia do Blogger.

Jornal da Educadora 12:00 ás 14:00 Hs.

Jornal da Educadora 12:00 ás 14:00 Hs.
De: Segunda à Sábado de 12:00 às 14:00 Hs.

Seguidores